No ar
Claudete Cordeiro
Especial Sertanejo
Sexta-feira, 04 de Dezembro, 2020 às 11:16h

Casal é preso em Campinas suspeito de ligação com mega-assalto de Criciúma; prisões sobem para 11

Um terceiro suspeito, irmão da mulher presa no interior paulista, é procurado. Denúncia anônima levou Polícia Militar aos envolvidos. Explosivos foram apreendidos.

Um casal de Campinas (SP) foi preso nesta quinta-feira (3) suspeito de participação no mega-assalto a um banco em Criciúma (SC) no início da semana.

Um suspeito ligado ao casal ainda é procurado. As prisões ocorreram após denúncia anônima. Agora, sobe para 11 o número de presos por suposto envolvimento no caso.

Na noite de segunda-feira (30), cerca de 30 pessoas encapuzadas causaram terror na cidade catarinense ao roubar o cofre de uma agência do Banco do Brasil. Funcionários foram feitos reféns, vias foram bloqueadas e disparos com armas de grosso calibre foram efetuados. A ação criminosa durou quase duas horas.

Prisões já realizadas

  • 2 pessoas (um casal) encontradas em Campinas (SP), na quinta-feira (3).
  • 2 homens encontrados em Gramado, na Serra do RS, na manhã de quinta (3).
  • 1 homem encontrado em uma casa na cidade de Três Cachoeiras (RS), na madrugada de quinta (3).
  • 2 homens encontrados em um viaduto da BR-116 em São Leopoldo (RS), na tarde de quarta (2).
  • 3 homens encontrados entre a divisa de Torres (RS) e Passo de Torres (SC), na tarde de quarta (2).
  • 1 mulher encontrada em uma casa em São Paulo (SP), na tarde de quarta (2).

Nesta quinta-feira, em Campinas, munições de fuzil e explosivos similares aos usados no ataque foram apreendidos. O homem e a mulher presos, de 41 e 36 anos, foram levados para o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), em São Paulo.

De acordo com o coronel Rogério Silva, da PM de São Paulo, a mulher encontra teria admitido participação no crime e, segundo o policial, em seu celular foram localizadas mensagens que comprovam o elo com o mega-assalto.

Fonte: G1